© 2015 by Gisele Germany. Proudly created with Wix.com

photos Rodrigo Marroni

A Doppia.g é uma marca experimental e artesanal de acessórios em couro, desenvolvida pela modelista Gisele Germany dentro do ateliê da Mastri. buscando a valorização de cada etapa do processo e  respeitando o seu tempo, os materiais e pessoas envolvidas.

As peças foram criadas usando a lógica do design modular, e todos os módulos são feitos à partir de retalhos de couro provenientes do descarte de produção da indústria calçadista.

O couro usado nos detalhes é um couro semiacabado, sem cromo, que além de gerar menor impacto ambiental, tem uma característica muito especial de sofrer mudanças na cor com o tempo, tornando cada peça única. Os tecidos usado nos forros vêm do Banco de Tecidos de Porto Alegre - sistema de circulação de tecidos de reuso -, e foram costurados pelo grupo de costureiras do Ecossistema da Moda Sustentável.

Todos os acabamentos e costuras são feitos a mão.

As peças estão à venda no nosso ateliê em Porto Alegre, ou sob encomenda.

 

aqui existe outro tempo.

 

tempo regulado pelo fazer, criar, desenvolver, contemplar; onde se troca o tic tac do relógio por melodias, onde os minutos se dissipam em memórias que se materializam em formas.

 

criar e desenvolver é uma dança, lembram tua paixão pelo Flamenco, na qual pequenos movimentos fazem parte de uma coreografia. a peça nasce de um momento de dedicação e presença total, quando todo teu mundo a ela se volta. cada inspiração exala uma nova idéia, um novo caminho, uma nova direção para a mão.

 

a mão, essa que toca o material, sente a textura, alinha a régua, com precisão comanda o estilete que corta o material; depois de um suspiro, passa a linha pela agulha e, ponto a ponto, a peça nasce, ganha suas formas próprias, sua identidade, sua personalidade.

 

a ancestralidade artesanal do conhecimento repassado de mestre a mestre, de mão a mão, que aqui chegou com uma história que se expressa em cada detalhe.

 

se dê o tempo de sentir, entre um suspiro e outro, essa história.

 

 

cris bertoluci