ANO NOVO NOVAS METAS

Pode parecer banal ou às vezes repetitivo, mas não adianta: janeiro é um ótimo momento para parar, avaliar o ano que passou e planejar o que queremos colher nos próximos 12 meses que temos pela frente. É o momento certo também para fazer aquele check-list de detalhes importantes para deixar nosso negócio redondinho e a cabeça livre para focar em outras coisas.


Pensando nisso, reunimos aqui alguns lembretes para ajudá-los nessa tarefa!


1. IDENTIFIQUE O SEU DIFERENCIAL E O SEU PROPÓSITO


Se você ainda não parou para refletir sobre isso, definitivamente chegou a hora. Marcas originais, que contam uma história coerente e que comunicam isso aos seus clientes têm com certeza uma chance muito maior de darem certo.


Descubra o porquê a sua marca existe e o que ela tem de diferente e único em relação às outras. Pequenos negócios são criados por diferentes motivos, pode ser um sonho antigo, um desejo de melhorar a vida dos nossos clientes ou até de mudar o mundo.


Seja como for, você tem os seus motivos para acordar de manhã e continuar batalhando no seu empreendimento. Esse motivo, que vai além de pagar as contas, é o seu porquê, o seu propósito.


Foque nisso sempre que tiver que tomar uma decisão dentro da sua marca. Isso vale para tudo, desde a hora de definir detalhes sobre o seu produto ou ponto de venda, até o momento de escolher cores, modelos ou o jeito de se comunicar com seus clientes.



2. CONTE SUA HISTÓRIA E MOSTRE SUA CARA


Reserve um tempo para dar aquela calibrada na página “sobre” ou “quem somos” do seu site. Vale também para as informações na sua página do Instagram ou Facebook.


Nem todo mundo conhece você ou o seu percurso, e o objetivo aqui é crescer e que muitas novas pessoas cheguem até o seu perfil. Mais do que simplesmente descrever as suas peças e falar o preço, conte a sua história, como seus produtos são produzidos, quem é a sua equipe e quais são seus valores.


Lembre do seu diferencial e do seu propósito, chegou o momento de ser verdadeiro e contar tudo por aqui. Torne sua marca humana, faça as pessoas se identificarem com sua trajetória, mostre a sua cara.



3. LEMBRE DAS DATAS COMERCIAIS


Agora vamos para o planejamento do novo ano! Marque no seu planner anual ou calendário todas as datas importantes comercialmente! Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Namorados, Natal... todos os eventos que são uma oportunidade para vendas, apresentação de novos produtos ou postagens nas redes sociais.


Lembrando dessas datas com tempo suficiente, você consegue se organizar com calma e colocar a criatividade para funcionar para criar produtos ou ações originais!


Se você é da turma que adora uma agendinha e um planejamento, aproveite e comece a separar o que irá fazer nos semestres, trimestres, meses e assim por diante. Quando chegar nas semanas, programe-se para organizar os próximos sete dias. Nada de planejar apenas as tarefas de hoje e amanhã.

Planeje toda a semana de modo equilibrado, sem sobrecarregar nenhum dia em especial.


Outra coisa: lembre-se de escrever sempre que puder as tarefas e ideias que ficam na sua cabeça. Só de tirar elas da nossa mente e colocar no papel, nos poupa do trabalho exaustivo de pensar e pensar e causa uma sensação instantânea de tranquilidade.


4. DEFINA METAS A CURTO E LONGO PRAZO


Saber onde se quer chegar com um negócio é tão importante quando o negócio em si. Para isso, é preciso definir metas, a curto e longo prazo, que servirão de guias para o seu planejamento.


Decida onde você deseja estar no prazo de três, seis ou 12 meses. A diferença entre metas e objetivos é que a primeira tem data para acontecer, enquanto os objetivos são apenas ideias abstratas de coisas ou feitos que gostaríamos de conquistar.


Utilize indicadores como faturamento, número de clientes, de projetos e de funcionários. O dono de um negócio precisa de metas realistas e mensuráveis. Elas devem representar um desafio, mas não podem ser tão estressantes e causadoras de desmotivação.


Por exemplo, ao invés de “quero ser uma marca de bolsas de sucesso”, uma meta inteligente pode ser “em seis meses, quero vender 70 bolsas e ter 2 pontos de vendas novos.”


Com a meta estabelecida fica mais fácil dividi-la em partes. 70 bolsas em 6 meses significam cerca de 12 bolsas por mês. O que você pode fazer para tornar essa meta real? Faça uma lista de atividades e inclua elas no seu planejamento semanal.


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo