DESEJOS DE NATAL

Atualizado: 27 de Dez de 2020



Quando criança, adorava esta época do ano porque finalmente era a época de inícios.

Início de férias, verão, encontros familiares, comilança. Participar de festas preparadas com tanto carinho e alegria era um dos meus desejos de Natal. Desejos inocentes e livres de apegos.


Ao crescer, senti necessidade de fazer parte das preparações. Preparação das festas, das comidas e até das discussões. Tudo para proporcionar a realização dos desejos de outras pessoas. Fazer parte das experiências e expectativas das pessoas importantes na minha vida nessa data tão legal.


O tempo me ensinou a desejar compreender, construir, me emocionar e agradecer.

Nasceu o desejo de envolvimento entre vida pessoal e profissional para alcançar qualidade de vida. Desejo de troca, aprofundamento, persistência, sonho, realização, respeito ao passado, família, busca por sentido, leveza e beleza. Cresceu o desejo de fazer. Desejo de promover aprendizado, transferir conhecimento, ajudar as pessoas a tomarem decisões mais inteligentes baseadas em um saber fazer verdadeiro e tradicional.


Desejo de unir e reunir pessoas que apreciam o fazer em um lugar simples, integrado, realista e empático, amistoso, casual e familiar.

Desejei a Mastri.

Recebi vocês.

Sou realmente grata por tudo!


Mas, preciso contar que também descobri crianças que adoravam esta época do ano porque finalmente podiam pedir o que queriam para o Papai Noel. Pegavam papel e caneta e começavam a fazer uma lista do que desejavam encontrar na manhã de 25 de dezembro embaixo de suas árvores.


Crianças que crescendo acabaram perdendo o hábito de parar para escrever o que queriam ganhar. Viveram os anos dos envelopes que chegavam com dinheiro para compras, presentes úteis e surpresas que pouco tinham a ver com seus reais desejos. Quando adultas começaram a realizar apenas os desejos dos outros, se sentiram gratas e por vezes viveram momentos mágicos, mas esqueceram dos seus. E se perguntaram o que era preciso para voltar a desejarem algo para si e se fortalecerem para pedi-lo.


Bom, desejar parece fácil, mas não é imediato se você não estiver acostumado.


Desejo que você reconheça seus desejos, tenha esperança, viva momentos de serenidade e gratidão.

Tudo o mais, você receberá.


Feliz Natal!





0 comentário

Posts recentes

Ver tudo